11 . 2539.6470 / 11 . 2645.7298 / Whatsapp: (11) 96587-7395

OTOPLASTIA

(Plástica das Orelhas)

• Do que se trata:

A cirurgia corrige a estrutura das orelhas, que pode apresentar problemas desde o nascimento ou após uma lesão. Seu objetivo é melhorar a forma, a posição ou as proporções das orelhas. E assim trazer benefícios para a aparência e a autoestima do paciente.

• Procedimento:

O procedimento envolve a realização de uma incisão atrás da orelha, acompanhando a dobra natural da pele. Os próximos passos envolvem a retirada do excesso de pele, o ligamento da cartilagem e, em alguns casos, a retirada de cartilagem para diminuição da orelha.

Todo este processo tem duração média de 1h. E o tempo médio de internação é de 8h a 12h.

• Anestesia:

Na maioria dos casos, este procedimento cirúrgico é realizado sob o uso de anestesia local com sedação.

A equipe médica responsável sempre opta por usar a opção mais segura para cada caso.

• Pós operatório:

No geral, os pacientes apresentam apenas um leve desconforto com relação à dor, facilmente resolvido com o uso de analgésicos convencionais prescritos pelo cirurgião responsável.

A troca dos curativos feitos após à cirurgia acontece em um período de 24 a 48h, durante a consulta de retorno.

Nos casos de correção da orelha de abano, o paciente é orientado a utilizar uma faixa de tecido compressiva específica, que deve ser usada 24h/dia no primeiro mês, sendo retirada apenas para o banho.

É possível retornar ao trabalho entre o 4º e 6º dia após a cirurgia, dependendo da natureza da atividade profissional do paciente. Os exercícios físicos estão liberados após 30 dias.

O resultado final pode ser observado entre 3 a 6 meses.

• Resultados:

As cicatrizes relativas a este procedimento tendem a ficar escondidas nas dobras naturais, já que as orelhas ficam bem próximas à cabeça.

Nos casos de orelhas de abano, os resultados já são visíveis no momento em que os curativos que dão suporte ao novo formato são retirados. Com o passar do tempo, o inchaço e a vermelhidão característicos do trauma cirúrgico somem e em seis meses o paciente vê o resultado final.

• Riscos da cirurgia:

Cirurgias no geral apresentam riscos como sangramentos, infecções, alergias aos curativos e problemas de cicatrização. Especificamente na Otoplastia, os riscos incluem: contornos irregularidades na pele e assimetria, especialmente em pacientes adultos, que possuem a cartilagem mais dura.

Clínica Lange - Cirurgias Plásticas

TEM ALGUMA DÚVIDA?

FAÇA SUA PERGUNTA SOBRE CIRURGIAS, RECUPERAÇÃO E OUTROS TEMAS DIRETAMENTE PARA O DR. EDUARDO LANGE.

Share This