11 . 2539.6470 / 11 . 2645.7298 / Whatsapp: (11) 96587-7395

GLÚTEOPLASTIA

• Do que se trata:

O termo é utilizado para as técnicas que têm como objetivo remodelar a região glútea. A mais popular é conhecida como Gluteoplastia de Aumento, que usa uma prótese de silicone nos glúteos para solucionar a flacidez e falta de volume na região.

O procedimento permite optar entre três tipos de próteses:

– Redondas: mais volume, especialmente para a região superior das nádegas

– Quartzo: mais indicada para pessoas de maior estatura e com nádegas de formato longo

– Ovais: ajudam a aumentar as nádegas lateralmente

• Procedimento:

Os implantes são introduzidos através de uma incisão que mede entre 5 a 6 cm, localizada no sulco vertical que fica entre os glúteos.

O procedimento deve ser realizado em ambiente cirúrgico e dura aproximadamente 1h30.

É recomendado que o paciente tenha pelo menos um dia de internação.

• Anestesia:

O procedimento pode ser realizado com anestesias locais (raqui ou peridural) ou anestesia geral. Isso é definido pela equipe médica responsável pelo caso de acordo com o perfil da cirurgia e histórico de saúde do paciente.

A equipe médica responsável sempre opta por usar a opção mais segura para cada caso.

• Pós operatório:

O paciente deve permanecer de barriga para baixo nas primeiras 48 horas e só então é liberado para ficar de lado. Depois de uma semana já é possível sentar-se com cuidado.

É importante fazer repouso no pós-operatório de pelo menos 20 dias, sendo aconselhável que o paciente durma de bruços nas primeiras duas semanas.

A atividade física deve ser evitada por pelo menos dois meses. A recomendação é que o paciente faça caminhadas breves, apenas para evitar o risco de trombose nas pernas, com passadas curtas. Sente-se somente quando estritamente necessário, apenas sobre superfícies mais rígidas, com a coluna ereta, para evitar qualquer pressão sobre a cicatriz.

O paciente deve usar uma cinta modeladora nos primeiros 30 dias e tomar a medicação prescrita – pode haver um pouco de dor nos primeiros dias, facilmente controlada com medicamentos.

É possível retomar a rotina de trabalho ou estudos em 15 dias. Atividades físicas mais intensas demandam um tempo um pouco maior, de 45 a 60 dias.

• Resultados:

Os resultados iniciais já podem ser observados logo após a cirurgia, mas o ciclo completo se dá por volta do primeiro mês, que é quando o inchaço cede completamente.

As cicatrizes costumam não ser aparentes por conta do local onde as incisões são feitas, exatamente entre as nádegas, ser de pouca visibilidade.

• Riscos da cirurgia:

Os principais riscos englobam a ruptura dos pontos no local da incisão, mal posicionamento da prótese, gerando um aspecto artificial.

Existe também a possibilidade de uma contratura capsular, o surgimento de hematomas, acúmulo de líquido e rejeição às próteses.

Clínica Lange - Cirurgias Plásticas

TEM ALGUMA DÚVIDA?

FAÇA SUA PERGUNTA SOBRE CIRURGIAS, RECUPERAÇÃO E OUTROS TEMAS DIRETAMENTE PARA O DR. EDUARDO LANGE.

Share This