Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/pywxs1nvnzk7/public_html/wp-content/themes/Divi2/includes/builder/functions.php on line 6230
Lipoaspiração: mãos competentes fazem toda a diferença
11 . 2539.6470 / 11 . 2645.7298 / Whatsapp: (11) 96587-7395

lipoaspiração é a campeã entre as cirurgias plásticas realizadas pelas brasileiras que buscam contornos que não podem ser conseguidos de outra maneira. Em entrevista ao programa Estilo e Saúde, da Record News, o cirurgião plástico Eduardo Lange explica em quais casos esse tipo de procedimento é indicado e fala sobre os cuidados que o paciente deve ter ao procurar um especialista. Vale a pena conferir!

A escolha do cirurgião plástico

A escolha do cirurgião plástico para efetuar a lipoaspiração é o primeiro passo para um procedimento seguro e com o resultado desejado.

Um profissional qualificado demonstra sua competência desde a consulta, quando é feita a avaliação da paciente. O cirurgião ético não indica a lipoaspiração para casos em que a pessoa pode perder gordura com mudança de hábito alimentar e prática de exercícios físicos, por exemplo.

Uma boa forma de conseguir um profissional competente e confiável é buscar indicações com conhecidos que tenham realizado a lipoaspiração e obtido ótimos resultados. Mas só esse cuidado não é suficiente, sendo preciso verificar se o local de operação oferece toda infraestrutura necessária para garantir a segurança do paciente, isto é, em hospital com UTI.

Ainda que toda cirurgia envolva riscos, a investigação do paciente – através dos exames pré-cirúrgicos – diminui a possibilidade de imprevistos, e no caso de intercorrências, uma equipe especializada e um hospital com os recursos necessários são a melhor forma de evitar acontecimentos trágicos e evitáveis.

Consultar a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para se certificar se o profissional possui especialização em cirurgia plástica é essencial, uma vez que “90% das complicações de cirurgias plásticas que resultaram em algum processo foram realizadas por profissionais que não eram cirurgiões plásticos”, alerta Dr. Lange.

Lipoaspiração nem sempre é a melhor opção

É comum pessoas descontentes com o corpo procurarem o cirurgião plástico para realizar uma lipoaspiração, cabendo ao profissional avaliar e determinar se é o procedimento ideal naquele caso.

Na busca por uma barriga chapada, por exemplo, a abdominoplastia pode ser a solução ideal no caso de excesso e flacidez de pele, e presença de estrias geradas após a gestação e grande perda de peso.

A lipoaspiração é indicada principalmente para melhorar os contornos do corpo através da retirada de gordura localizada. Exatamente para evitar que pessoas – e médicos não éticos – utilizem esse procedimento para eliminar peso, o máximo de gordura que pode ser lipoaspirada com essa cirurgia plástica é 7% do peso corporal.

Somente o cirurgião plástico capacitado poderá definir qual cirurgia é a mais indicada para cada paciente e, também, verificar se é o momento mais adequado para o procedimento.

Lipoaspiração: desfazendo alguns mitos

Devido a procedimentos realizados de modo inadequado, por médicos não capacitados, existem alguns mitos que foram criados em torno da lipoaspiração. Alguns deles foram abordados por Dr. Lange em sua entrevista para a Record News e destacamos a seguir.

Mito 1: Lipoaspiração deixa hematomas

Apenas lipoaspiração que não foi conduzida de modo apropriado deixa manchas roxas no corpo do paciente. Uma possível exceção é quando um paciente já tenha realizado o procedimento anteriormente, e a presença de fibrose em excesso, resultante do procedimento anterior, pode resultar em hematomas pelo rompimento dessas travas fibrosas na lipoaspiração secundária. Ainda assim, mesmo nas secundárias, um profissional qualificado é capaz de conduzir uma lipoaspiração com o mínimo de traumatismo.

Em outras palavras, pacientes submetidos a lipoaspiração pela primeira vez não ficam com hematomas, se o procedimento for efetuado por um cirurgião plástico competente e habilidoso na técnica.

Mito 2: Lipoaspiração causa traumatismos 

Esse é um conceito totalmente equivocado, uma vez que “lipo não é força, é jeito”. A cânula deve ser manuseada de modo delicado entre os tecidos e não causar traumatismo desnecessário.

Com o instrumental cirúrgico adequado em mãos competentes, o procedimento é extremamente seguro.

Mito 3: Lipoaspiração sempre usa drenos

O dreno não é obrigatório, sendo usado por alguns médicos como prevenção de acúmulo de líquidos nas áreas lipoaspiradas. “Não usamos dreno em absolutamente nenhuma lipoaspiração por uma única razão: não existe traumatismo em nossa lipo que resulte em acúmulo de líquidos, pois estes serão eliminados normalmente nas primeiras 24 horas após o procedimento, sem chance de ficarem coletados nos tecidos”, explica o Dr. Lange.

Mito 4: A gordura retirada da lipoaspiração sempre volta com o tempo 

Pacientes que fazem uma reeducação alimentar e praticam exercícios de modo regular não vão armazenar nova gordura nas áreas lipoaspiradas  – é muito mais comum o aumento de gordura localizada em partes do corpo que não foram alvo do procedimento, em caso de ganho de peso.

A lipoaspiração é um procedimento seguro quando efetuado por um cirurgião plástico habilitado e experiente. Assista a entrevista, e depois, converse com a equipe da Clínica Lange sobre os procedimentos que poderão te deixar mais confiante e feliz!

CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE AGORA O NOSSO E-BOOK “TENHA UMA BARRIGA E UMBIGO NATURAIS COM A ABDOMINOPLASTIA”

$hw2gc4gkf8

 

Share This