11 . 2539.6470 / 11 . 2645.7298 / Whatsapp: (11) 96587-7395

Você sempre teve o desejo de fazer uma cirurgia plástica de mama, mas acaba adiando o projeto por ficar em dúvida se os implantes mamários são 100% seguros?

Para poder sair desse impasse e tomar a decisão mais acertada, a informação é a sua melhor aliada. Saiba mais sobre o assunto e tire de vez todas as suas dúvidas sobre as próteses de silicone.

Em primeiro lugar, o que são implantes mamários?

Os implantes mamários são utilizadas para aumentar o tamanho, forma e volume dos seios femininos feitas de silicone médico altamente coesivo. O procedimento para sua implantação é chamado de mamoplastia de aumento ou, mais genericamente, cirurgia de implante mamário – também prótese de silicone.

Para quem está indicado o implante mamário?

A mamoplastia de aumento é indicada para todas as mulheres que estejam incomodadas com o volume ou formato dos seus seios. O procedimento também é recomendado nos casos em que houve comprometimento de firmeza ou sustentação provocado por gestação, perda de peso expressiva, ou mesmo pelo passar dos anos.

Como é a cirurgia de mamoplastia de aumento?

A cirurgia plástica de mama pode ser feita com anestesia geral, local com sedação ou peridural; e dura cerca de uma a duas horas.

O cirurgião faz uma incisão — que pode ser na axila, na aréola, ou no sulco da mama — para a inserção da prótese de silicone, e posiciona-a acima ou abaixo do músculo, ou entre o músculo e a glândula, atrás da fáscia peitoral. Todas essas decisões são tomadas previamente, entre paciente e médico, e devem obedecer a critérios técnicos. A vontade da paciente e a preferência do cirurgião são respeitadas, mas o critério técnico é soberano.

Afinal, a mamoplastia de aumento é realmente segura?

Quando realizada por um profissional altamente qualificado , em um hospital com infraestrutura completa, e com implantes mamários de primeira linha, a mamoplastia de aumento é totalmente segura.

No entanto, é fundamental que a paciente siga todas as orientações de pré e principalmente de pós-operatório, como fazer repouso, não dormir de bruços, e evitar elevar os braços acima do nível dos ombros, entre outros.

Também é imprescindível as visitas periódicas ao cirurgião para examinar os implantes e a escolha um médico que faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Por último, é importante sempre desconfiar de cirurgias plásticas oferecidas por preços abaixo dos praticados no mercado. Cirurgias baratas envolverão equipe médica pouco qualificada, infraestrutura inadequada do local da cirurgia, e implantes de qualidade inferior. Lembre-se sempre de que é a sua segurança e sua saúde que estão em jogo e que o barato pode acabar saindo muito caro. [link para artigo sobre esse assunto]

4 mitos e verdades sobre implantes mamários que você precisa entender melhor

1.  Implantes mamários dificultam o diagnóstico de câncer de mama?

Mito. Quem possui próteses de silicone não será privada em hipótese alguma de um eventual diagnóstico de câncer de mama.

O radiologista responsável pelo exame sabe como realizar a ultrassonografia mamária em mulheres com implante de silicone para avaliar o tecido mamário e localizar eventuais nódulos que exigem uma investigação mais detalhada.

Além disso, sempre há a possibilidade de realizar outros exames complementares, como  mamografia e ressonância magnética, que ajudam no diagnóstico definitivo.

2. Implante de silicone prejudica a amamentação?

Mito. As próteses não trazem qualquer tipo de reflexo negativo na qualidade ou no sucesso da amamentação, já que elas não interferem nos ductos que conduzem o leite materno.

No entanto, é importante lembrar que a amamentação é uma atividade fisiológica que depende de fatores hormonais, neurológicos e até psicológicos, e que mesmo mulheres que não passaram pelo procedimento podem encontrar dificuldades no processo.

3. A prótese de silicone pode romper ?

Verdade, mais isso é muito raro. É preciso compreender que as chances disso acontecer são extremamente ínfimas, e em geral estão ligadas a eventos específicos muito traumáticos, como um acidente automobilístico, por exemplo.

Rompimentos provocados por desgaste natural da prótese também são incomuns, porém, quanto maior o tempo de uso (20, 25 anos), maior a chance do rompimento. E muita atenção: quanto mais inferior a qualidade do implante, maior a chance de rompimento, e em muito menos tempo.

Ainda que nesse caso seja necessário efetuar a troca o mais breve possível, é importante ressaltar que o rompimento não é uma situação emergencial, nem tampouco causa qualquer prejuízo à saúde da paciente, já que o silicone das versões mais modernas não migra para fora da cápsula.

4. O corpo pode “rejeitar” o implante de silicone?

Parcialmente verdade. O que as pessoas chamam de “rejeição ao implante” é na verdade uma contaminação intraoperatória, com consequente infecção da loja do implante, abertura da ferida operatória, e extrusão do implante. E isso não tem nada a ver com o implante, e sim, com uma inadequação durante a cirurgia que tornou a cirurgia contaminada.  Uma outra forma de “rejeição” tardia é a contratura capsular, uma reação do organismo que entende a prótese como um corpo estranho e forma uma cápsula fibrosa à sua volta, causando enrijecimento da mama e desconforto. Ambas situações indesejadas acima não são oriundas de sorte ou azar; são motivo de falta da cuidado intraoperatório, que ocasionou uma contaminação, e evoluiu ou para infecção ou contratura capsular.

Como você pode ver, a cirurgia plástica de mamas é bastante segura. No entanto, como qualquer procedimento cirúrgico, ela envolve riscos que são decorrentes de má prática, ou falta de cuidado, seja por parte da equipe médica, seja por inadequação do local onde a cirurgia foi realizada; e ainda, por implantes de qualidade inferior.

Por isso, programe-se para colocar o seu implante com um profissional altamente capacitado e com experiência comprovada, que opere em um hospital com infraestrutura completa. Dessa maneira, fica muito mais fácil obter os resultados desejados com total segurança.

Gostou de saber um pouco mais sobre implantes mamários? Então continue acompanhando o blog da Clínica Lange e esteja sempre atualizada sobre cirurgia plástica de ponta.

Share This