11 . 2539.6470 / 11 . 2645.7298 / Whatsapp: (11) 96587-7395

A principal preocupação numa cirurgia plástica segura é com o ótimo resultado, e dentro disso, a aparência das cicatrizes. Dentro do possível, elas precisam ser as menores, e as mais imperceptíveis após o período de cicatrização. Além de paciência e disciplina no pós-operatório, existem fatores que ajudam a garantir uma cicatriz discreta junto de um excelente resultado, como a aplicação de técnicas avançadas e materiais de primeira na hora do fechamento.

Recuperação
Respeitar o tempo do pós operatório é, sem dúvida, o primeiro aliado da boa cicatrização. A pele é composta de muitas camadas e as mais profundas podem levar até seis meses para a cicatrização completa. Já a camada externa da pele, por ser mais fina, se recupera com mais rapidez, mas demanda uma rotina de cuidados mais disciplinada.

Técnicas de ponta e recursos disponíveis
Nesta hora, faz toda a diferença a escolha de um profissional de ponta, que atua com as melhores técnicas de cirurgia e faz uso de materiais de qualidade, de última geração.

A partir de agora, o Dr. Eduardo Lange explica o que faz toda a diferança:

“Usamos fios cirúrgicos de primeira linha, que tem a menor chance de reação inflamatória na pele. E a cor e o tipo de pele pedem determinados tipos de fios cirúrgicos, técnicas de sutura diferente para cada caso específico. No curativo, usamos o Steristrip, um adesivo estéril, com alto poder de adesão, e que pode ser mantido por mais tempo que um micropore padrão; inclusive pode ser molhado (deve ser evitado), e secado depois.

Em cirurgias onde a cicatriz é uma preocupação das pacientes, como abdominoplastia, mamoplastia redutora, dermolipectomia de coxa e braços, a Clínica Lange utiliza o Prineo, uma curativo cirúrgico adesivo que sela e impermeabiliza as incisões da cirurgia.

Como funciona o Prineo
Formado por uma tela autoadesiva transparente de poliéster, ele garante uma proteção antibacteriana e cicatrizes mais finas e imperceptíveis sem possíveis marcas de pontos. Sobre a tela, é aplicada uma cola cirúrgica (Dermabond), que em contato com a tela, proporciona uma aderência excelente.

Mesmo com esta aderência máxima, ainda realizamos uma sutura detalhista da incisão, como se o Prineo não fosse colocado. Esse cuidado possibilita um fechamento ainda mais seguro da incisão. Ainda que o curativo seja impermeável, recomendamos molhar o menos possível, para que a retirada seja feita até com três semanas de pós-operatório. Se a paciente molhar o curativo, com banhos normais diários, a tendência é que o curativo dure em torno de 2 semanas. O uso do Prineo não é imprescindível para um ótimo aspecto da cicatriz, porém garante a segurança de uma boa cicatrização quando a paciente não tem (ou não quer) como fazer os curativos diários como devem ser feitos. “Imagine o conforto de submeter-se a uma grande cirurgia, sem a necessidade de realizar nem um único curativo durante todo o pós-operatório…? Quando removemos o Prineo, com duas a três semanas, a incisão está sequinha, limpa, cicatrizada, e com aspecto magnífico!, explica o Dr. Eduardo Lange H.

Em cirurgias de mama, dermolipectomia (lifting) de braços e coxas, flancoplastia, e outras, a Clínica Lange tem como rotina o uso de uma atadura elástica colante, o Tensoplast, que adere sobre os tecidos operados, comprimindo e sustentando o tecido operado na forma em que foi esculpido; isso ajuda no processo de “moldagem”, orienta a cicatrização interna, diminui a tensão sobre as incisões, e impede o inchaço e o sangramento de microvasos; assim, o uso de drenos é desnecessário, tendo em conta que a cirurgia realizada foi o menos agressiva possível, com a mínima possibilidade de hematomas ou coleções líquidas na área operada.

Cuidados no pós-operatório
Com uma técnica de acabamento moderna como esta, os demais cuidados tornam-se mais fáceis, porém não menos importantes. Evitar o esforço físico pelo tempo determinado pelo médico é essencial para diminuir a tensão sobre as margens cirúrgicas.

Cuide da alimentação
A alimentação é um fator super importante no processo da cicatrização, pois está diretamente ligado à produção de colágeno. Alimentos ricos em vitamina C podem e devem estar na dieta durante o pré e o pós operatório. Frutas como laranja, limão, manga, acerola e kiwi podem ajudar, bem como tomates, aspargos, brócolis e espinafre.

Evite a exposição solar
O cuidado extremo em relação à proteção solar também deve ser mantido com disciplina. O uso de protetor solar e não ficar com a pele exposta diretamente ao sol ajudam na coloração da cicatriz até seis meses depois da operação.

Cigarro é prejudicial
O cigarro pode comprometer a recuperação do pós-operatório e cicatrização, além dos demais malefícios à saúde. O tabagismo afeta diretamente não apenas o processo da cicatrização, mas também o aspecto da pele.

O conjunto de todas essas tecnologias, aliado a um médico preparado, que usa técnicas de ponta, com uma equipe qualificada, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, geram confiança na decisão da cirurgia plástica, e uma enorme satisfação na hora dos resultados.

Saiba mais sobre procedimentos e técnicas utilizadas na Clínica Lange. Entre em contato e agende uma consulta!

Quer ter uma barriga e umbigo naturais? Baixe agora o e-book “Tenha uma barriga e umbigo naturais com a Abdominoplastia” e saiba como esta cirurgia pode realizar o seu desejo!

Share This