11 . 2539.6470 / 11 . 2645.7298 / Whatsapp: (11) 96587-7395
Tudo sobre Prótese Mamária –  Dúvidas sobre Prótese Mamária? Nós esclarecemos para você.

Tudo sobre Prótese Mamária – Dúvidas sobre Prótese Mamária? Nós esclarecemos para você.

Mesmo procedimentos muito desejados, como a colocação de prótese mamária, podem gerar dúvidas na mulher, e até mesmo impedir que ela decida pela cirurgia. Por isso, elaboramos o ebook  Saiba tudo sobre Prótese Mamária e tenha os seios que você sempre sonhou.

Nele é possível saber tudo o que ocorre no processo, desde a escolha do cirurgião e do volume dos implantes, até a recuperação e a realização de exames mamários e amamentação.

ACESSE AQUI!

Modalidades de lipoescultura podem ajudar na melhora da bananinha

Modalidades de lipoescultura podem ajudar na melhora da bananinha

Lidar com a famosa bananinha, aquela gordurinha localizada bem abaixo do sulco do bumbum, sempre foi – e ainda é – um dos grandes desafios da cirurgia plástica.

No entanto, nos últimos anos, o problema vêm sendo atenuado com a utilização da lipoescultura, técnica que utiliza a gordura retirada de outra região do corpo para remodelar ou preencher regiões que necessitam de volume/preenchimento.

O procedimento, quando realizado por profissionais altamente familiarizados com a técnica, oferece resultados promissores e duradouros nesta questão estética que tanto incomoda muitas mulheres. Entenda melhor!

Lipoaspiração pode piorar o problema

É bastante comum imaginar que a incômoda bananinha no bumbum possa ser resolvida, na verdade, com uma lipoaspiração. Afinal, parece lógico que tratando-se de uma gordura localizada, o ideal seria aspirá-la, não é mesmo? A utilização da técnica, no entanto, pode acabar piorando o problema.

A origem da bananinha é uma flacidez de tecido subcutâneo, associada ou não com gordura localizada. Este diagnóstico é imprescindível para a correta indicação do tratamento cirúrgico.

Então, numa bananinha com flacidez de tecido de tecido subcutâneo, se esta área for lipoaspirada, a dobra de pele existente ficará ainda mais acentuada, já que não poderá mais contar com a sustentação e preenchimento da gordura da bananinha abaixo dela. Resultado: um bumbum com uma bananinha menor de volume, porém com mais flacidez e dobras de pele e sem o resultado estético desejado.

Lipoescultura elimina bananinha mesmo?

Se a lipoaspiração não é a técnica mais indicada para esse caso, do ponto de vista do senso comum, a lipoescultura também não parece ser uma decisão muito acertada.

Afinal, para quem é leigo, pode parecer estranho enxertar gordura para resolver um incômodo provocado justamente por uma gordurinha localizada. No entanto, a lipoescultura pode amenizar a bananinha de maneira bastante satisfatória.

Ca

A lipoescultura só não é indicada quando a bananinha está acompanhada de uma quantidade excessiva de pele flácida. Nesses casos, o cirurgião plástico em geral rec

Saiba como escolher um cirurgião plástico para a lipoescultura

Para garantir total sucesso na lipoescultura que vai eliminar a indesejada bananinha do bumbum, é fundamental tomar alguns cuidados na hora de escolher tanto a clínica quanto o cirurgião plástico que vai realizar o procedimento.

Escolha sempre um profissional que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica — é possível realizar uma pesquisa no site da instituição — e que tenha larga experiência no manejo da técnica.

Na hora de decidir-se por um médico, é importante levar ainda em consideração a opinião de quem já fez a cirurgia com ele.

Verifique, por exemplo, se o site oficial do cirurgião plástico em questão ou suas redes sociais contam com depoimentos de pacientes satisfeitos com o atendimento prestado, o que é um excelente indicativo de um trabalho de excelência e ajuda a atestar a credibilidade do profissional.

O segundo passo é checar a infraestrutura de que o cirurgião plástico dispõe para atendê-la, tanto durante a lipoescultura como no pré e pós-operatório. Opte por um profissional que possua uma clínica bem estruturada, mas realize procedimentos cirúrgicos em hospitais dotados de UTI, o que garante total segurança.

A Clínica Lange, por exemplo, realiza seus procedimentos cirúrgicos em alguns dos mais reconhecidos hospitais da cidade, como o Albert Einstein, o Sírio Libanês e o São Luiz.

Como você pode ver, a lipoescultura é a técnica ideal para eliminar a bananinha do bumbum. No entanto, para garantir resultados efetivos e seguros, é fundamental optar por profissionais experientes, que contem com todo o suporte necessário para a realização do procedimento.

Gostou de entender melhor porque lipoescultura elimina bananinha? Então não perca mais tempo e marque agora mesmo uma avaliação na Clínica Lange!

Assim, você poderá esclarecer todas as suas dúvidas diretamente com o Dr. Eduardo Lange, membro especialista e titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da International Society of Aesthetic Plastic Surgery e dar fim a esse incômodo!

O que fazer com a bananinha, a indesejada gordura abaixo do bumbum

O que fazer com a bananinha, a indesejada gordura abaixo do bumbum

Se você é mulher, certamente já ouviu falar da bananinha ou banana fold, aquela gordurinha ou dobrinha de pele incômoda que se instala na área logo abaixo do sulco do bumbum e que parece impossível de ser removida, não é mesmo?

Pois acredite, o problema, que atinge mulheres dos mais diferentes tipos físicos, tem solução. Vem entender melhor o que é a bananinha, como ela surge e o que é possível fazer para exterminá-la de vez!

Afinal, o que é a bananinha?

A bananinha nada mais é do que um acúmulo de pele ou gordura na região abaixo dos glúteos que têm como causa mais comum as alterações nas fibras de colágeno na pele.

O problema, que pode sofrer variações de volume de um lado para o outro do corpo, é provocado por uma série de questões, como o sedentarismo, alimentação desequilibrada, mudanças hormonais, fatores genéticos, tabagismo ou mesmo a passagem natural dos anos, que provoca uma diminuição nas fibras de colágeno.

Por tudo isso, a bananinha pode surgir até mesmo em mulheres magras, ainda que o problema seja menos frequente entre aquelas que adotam hábitos saudáveis, como a adoção de uma dieta equilibrada, livre do excesso de açúcar, alimentos processados e frituras e a prática regular de exercícios físicos.

Investir em atividades aeróbicas, como corrida, bicicleta e natação e, principalmente, na musculação, é uma ótima medida para evitar que o excesso de gordura e flacidez se instalem e, consequentemente, que a bananinha apareça.

Dê atenção especial aos exercícios multiarticulares de membros inferiores, como agachamento, stiff, levantamento terra e afundo, que trabalham bastante os músculos das pernas e do bumbum.

É possível se livrar da bananinha?

Embora sejam essenciais para mulheres que desejam manter-se em forma e levar uma vida com mais saúde e bem-estar, dieta e exercícios físicos, por si só, não costumam eliminar a bananinha quando o problema já se instalou.

No entanto, existem procedimentos e técnicas que podem atuar como coadjuvantes ou mesmo exterminar de vez a bananinha. Abaixo, você vai conhecer alguns dos mais comuns. No entanto, é sempre bom lembrar que para descobrir o mais adequado para o seu caso, é fundamental buscar um cirurgião plástico de sua confiança.

Ele é o profissional indicado para avaliar a composição da bananinha — se há, por exemplo, predominância de pele ou de gordura — e o seu histórico médico para só então fazer a indicação correta.

Criolipólise

Desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, o tratamento estético não-invasivo usa baixas temperaturas para congelar e destruir as células de gordura, que são expelidas naturalmente pelo corpo depois.

Em geral, a criolipólise é um tratamento coadjuvante capaz de eliminar até 30% de gordura em uma ou no máximo duas sessões. Embora a partir do 10 dia já seja possível notar a diferença, o resultado final poderá ser observado cerca de 90 dias após a sessão.

Radiofrequência focada

Diferente do que acontece na criolipólise, a radiofrequência focada ajuda a eliminar a gordura localizada por meio do aquecimento da pele e da musculatura, o que rompe as membranas das células de gordura e possibilita a sua eliminação.

Além disso, o calor emitido pelo aparelho contrai as fibras de colágeno e estimula sua produção, o que ajuda a deixar a pele mais firme. O número de sessões pode variar bastante de uma paciente para outra, mas em geral os resultados podem ser observados já na primeira aplicação.

Lipoescultura

De longe o procedimento mais indicado para quem quer eliminar de vez a bananinha, a lipoescultura oferecer resultados efetivos e seguros no combate ao problema.

Sim, pode parecer estranho enxertar gordura em um local onde há… gordura. No entanto, se a bananinha é provocada pelo excesso de pele com gordura localizada logo abaixo, a lipoescultura preencherá essa região, desfazendo a dobra e deixando o bumbum com um aspecto uniforme.

Ao contrário do que muita gente imagina, uma lipoaspiração nessa região poderia acentuar ainda mais o excesso de pele, que ficaria sem a sustentação do preenchimento da gordura, piorando o problema.

Para garantir bons resultados na lipoescultura, no entanto, é essencial escolher uma clínica com uma equipe de profissionais altamente qualificados e experientes nesse tipo de procedimento. Dessa maneira, você tem a certeza de se ver livre da bananinha com total segurança!

Gostou de saber como combater essa indesejada gordurinha embaixo do bumbum? Então conheça agora mesmo a Clínica Lange e tire duas dúvidas!

Mulher moderna: enfrentando a vida sem descer do salto

Mulher moderna: enfrentando a vida sem descer do salto

Desde que o Dia Internacional da Mulher foi criado, no início do século XX, muita coisa mudou no que diz respeito ao papel das mulheres no mundo. Diferente do que acontecia naquela época, a mulher moderna tem ocupado cada vez mais um espaço que lhe é de direito na sociedade.

No entanto, se há algo que pouco se modificou nesse período é o desejo que todas elas têm de sentirem-se bonitas. A eterna busca por estar bem consigo mesma segue intacta – e ainda bem! Afinal, gostar daquilo que se vê refletido no espelho é essencial para quem busca uma vida equilibrada e feliz.

Conciliando múltiplos papéis

Se é fato que o desejo de se cuidar não diminuiu ao longo dos anos, também é verdade que ele precisou dividir espaço com uma série de outros fatores.

Afinal, a mulher moderna quer sim se sentir bonita, mas também quer ter uma carreira de sucesso, um relacionamento amoroso gratificante, filhos, fazer uma pós-graduação, viajar…

Para dar conta de tudo isso, é preciso estar com corpo e mente em harmonia. Cuidar de você em todos os aspectos, da aparência à saúde mental, é essencial para poder dar conta de tantas atribuições sem descer do salto. Conheça algumas dicas!

4 dicas para a mulher moderna ter uma vida mais equilibrada e feliz

1. Alimente-se melhor

Com a correria do dia a dia, é fácil acabar apelando para os fast foods para poder dar conta de múltiplas tarefas. No entanto, é importante fazer uma pausa, ainda que curta, para comer bem e garantir uma vida mais saudável.

Além de provocar reflexos no funcionamento do seu organismo, uma alimentação desregrada também afeta o seu bem-estar, deixando-a indisposta e sem pique para as tarefas cotidianas. E isso é exatamente o oposto do que você está buscando, não é mesmo?

Para garantir mais disposição não é preciso investir em dietas muito rígidas ou complexas. Priorize no cardápio diário com frutas, verduras, legumes e carnes magras e deixe para ocasiões especiais o açúcar, a farinha branca e a gordura.

Além disso, não abra mão de se hidratar: beber no mínimo 2 litros de água por dia ajuda você a sentir-se mais ativa, já que a falta de água no organismo provoca cansaço e sonolência.

2. Pratique atividades físicas

A prática de exercícios físicos não tem a ver apenas com a busca de um corpo perfeito. Atividade física é também sinônimo de saúde, já que ajuda você a manter-se longe da obesidade, contribui para a manutenção da sua massa muscular e preserva a sua flexibilidade.

Além disso, os exercícios físicos deixam você mais bem disposta para encarar a maratona de atividades típicas da mulher moderna e provocam sensação de bem-estar, já que ajudam a liberar endorfina, hormônio ligado ao prazer.

Em um primeiro momento, o mais importante não é a intensidade da prática, mas a sua regularidade. Encontre uma atividade com a qual se identifique e procure praticar no mínimo 3 vezes por semana, por 30 minutos.

3. Faça pausas para você

Sim, você adora estar com as crianças, quer fazer um jantar especial para o marido e precisa entregar um relatório para o chefe para garantir uma promoção no final do ano e fazer aquela viagem dos sonhos.

No entanto, se você quer chegar lá em boa saúde física e mental, entenda que por mais atribuições que tenha, de vez em quando é preciso desacelerar e fazer uma pausa para você.

Encontrar um tempinho para se cuidar ajuda a mandar o estresse para longe, diminui a ansiedade e deixa você “recarregada” para voltar a enfrentar a maratona. Nesse período, faça algo que lhe dê prazer. Pode ser dar uma volta no shopping, fazer aquele procedimento estético que você vive adiando ou mesmo ver um filme no cinema: o importante é que seja algo para você!

4. Busque a sua melhor versão

Encontrar alternativas que ajudem você a recuperar ou fortalecer a autoestima é uma das melhores dicas para quem busca uma vida mais feliz e equilibrada. Pessoas com a autoestima em dia têm mais facilidade para lidar com desafios e não se deixam abater facilmente diante das dificuldades, o que as coloca no caminho certo para alcançar seus objetivos.

Já aquelas que estão com a autoestima prejudicada, ao menor sinal de dificuldade sentem que nasceram para fracassar e entram em círculo vicioso de autodepreciação e desesperança. Por isso, não abra mão de fazer o que for necessário para se amar mais e cuidar do seu capital mais precioso: você!

Nesse cenário, a cirurgia plástica surge como uma grande aliada para ajudá-la a eliminar aquelas imperfeições que tanto a incomodam, como aquele excesso de gordura no abdômen que deixa você insegura na hora de colocar uma blusa mais justa ou aquela flacidez que restou da gravidez e a impede de usar um biquíni na praia.

O mais importante é cuidar da sua aparência sem desejar atingir a perfeição, mas buscando a sua melhor versão, e garantir que nada prejudique sua saúde mental ou a impeça de demonstrar todo seu potencial.

Esses pequenos ajustes fazem uma diferença enorme no seu dia a dia, restauraram a autoconfiança e estimulam uma vontade ainda maior de se cuidar. Afinal, você merece, e não só no Dia das Mulheres, mas todos o dias!

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a importância de cuidar da sua aparência para a sua saúde física e mental, acompanhe outras postagens do blog da Clínica Lange para obter mais informações úteis sobre beleza feminina!

A evolução das cirurgias plásticas para rugas e nariz

A evolução das cirurgias plásticas para rugas e nariz

A busca por uma aparência mais jovem é uma constante nas nossas vidas. Por sorte, os resultados proporcionados pelas cirurgias plásticas atuais têm evoluído cada vez mais.

O aspecto artificial e pouco natural comum nos procedimentos cirúrgicos faciais dos anos 80 deu lugar a um ar cada vez mais natural – e imperceptível.

A tendência hoje é parecer mais jovem e descansado; e o menos “operado” possível.

Mas isso só se tornou possível graças à evolução e ao surgimento de novas técnicas, métodos não invasivos e tratamentos estéticos. Saiba mais a seguir.

A importância do resultado natural em cirurgias plásticas

O envelhecimento começa a aparecer literalmente no rosto, especialmente quando consideramos que ele está mais exposta ao sol, poluição e outras questões do dia a dia que ampliam os riscos de envelhecimento precoce.

As rugas e linhas finas são os indicadores iniciais do grau de envelhecimento da pele. Elas podem aparecer em qualquer região do rosto, especialmente nos cantos da boca e abaixo das pálpebras.

Some a isso o enfraquecimento dos tecidos por conta da baixa produção de colágeno e atrofia dos depósitos de gordura do rosto. Uma face que vai perdendo volume, vai murchando, ficando cada vez mais flácida e atrófica.

As cirurgias plásticas faciais pode ajudar a reverter esse quadro e rejuvenescer o rosto, para que você volte a exibir uma aparência mais jovem e revigorada.

Mas o segredo para um bom resultado é buscar algo que seja natural. É possível somente esticar a pele do rosto? Sim – mas o resultado será uma pele enrijecida, uma expressão congelada e a certeza de que todos ao redor saberão que você passou por uma cirurgia.

Felizmente, a evolução na área da cirurgia plástica trouxe uma série de opções. Desde procedimentos não invasivos como toxina botulínica e preenchimentos, tratamentos com ácidos, até as novas técnicas cirúrgicas, já é possível aparentar um ar mais jovem com naturalidade.

Quando você busca um resultado mais natural com o suporte de um cirurgião plástico habilidoso, as pessoas notarão a melhora na sua aparência. Porém, serão poucas as capazes de apontar a cirurgia plástica como resposta. E isso faz toda a diferença entre procedimentos e cirurgias de ponta comparados àqueles feitos de maneira ordinária.

Evolução das cirurgias plásticas faciais

Nos anos 80, era comum encontrar pessoas com aquela pele esticada em demasia, olhos e boca repuxados. Algo totalmente artificial. Tudo mais baseado no esticamento da pele.

A área dos olhos, por exemplo, passou por uma grande revolução. Se antes o objetivo era alisar tanto a superfície que os olhos chegavam a perder o formato original, a realidade atual é outra.

Os especialistas hoje buscam desenvolver e aplicar técnicas que trabalham as estruturas internas, como os tecidos abaixo da pele e a gordura.

Em cirurgias plásticas como a blefaroplastia, especialmente a inferior, o menos é mais. Retirada de pele com parcimônia e reposicionamento das bolsas de gordura resultam naturais.

Essa evolução também afeta o período de recuperação: menos descolamento dos tecidos proporciona uma recuperação mais rápida. Os pacientes retomam sua rotina normal em questão de dias.

Outro bom exemplo da evolução das técnicas cirúrgicas nos últimos anos é a rinoplastia.

Antigamente os pacientes acabavam ficando com um nariz mais afinado, menor e bem empinado. Eram técnicas “reducionistas”: retiravam cartilagens em excesso, afinando, diminuindo o nariz ao extremo. Já a tendência atual está em refinar a aparência atual. Isso garante não só um resultado mais natural, como permite ao paciente manter sua personalidade.

As cartilagens são remodeladas, o septo preservado para dar mais estrutura ao nariz, e a ponta meticulosamente moldada, tudo de uma maneira delicada. De reducionista, passamos à rinoplastia estruturada.

Em alguns casos, é possível fazer algumas correções no nariz usando aplicações de toxina botulínica, e preenchimentos com ácido hialurônico, fazendo uma rinomodelação não cirúrgica.

Hoje os pacientes de rinoplastia conseguem exibir um resultado mais natural – fazendo com que as pessoas notem a melhora, mas fiquem se perguntando o que de fato foi feito.

Essa é a missão de um cirurgião plástico competente: proporcionar bem-estar para seus pacientes, sem resultados estigmatizantes que possam causar qualquer arrependimento pela cirurgia.

Se você quiser saber mais sobre cirurgias plásticas, tire suas dúvidas diretamente com o Dr. Eduardo Lange – clique para enviar suas perguntas.

Como garantir um umbigo lindo após a abdominoplastia

Como garantir um umbigo lindo após a abdominoplastia

O fascínio de finalmente conquistar um abdômen definido, com um umbigo lindo e natural, é o que convence muitas mulheres a se submeter à abdominoplastia.

Muitas destas pacientes tiveram uma grande perda de peso e sofrem com a chamada “barriga em avental”. Já outras passaram por gravidez e sonham recuperar – ou até melhorar – a aparência anterior do abdome.

Seja qual for a motivação, a abdominoplastia é uma ótima solução para mulheres que estão em busca de um abdome mais firme e tonificado.

Elas estão cientes da extensão da incisão horizontal, realizada ao longo da parte inferior do abdômen. Porém, a cicatriz ficará escondida pelo biquíni e calcinha, e nas mãos de um cirurgião caprichoso, fica quase imperceptível.

Mas um detalhe é fundamental para exemplificar a diferença entre um procedimento bem-sucedido ou não: se a paciente apresenta o umbigo lindo no final.

Se esta é uma de suas preocupações envolvendo a abdominoplastia, siga conosco na leitura deste artigo.

A delicada relação entre a abdominoplastia e um umbigo lindo e natural

Algumas pacientes possuem apenas um pequeno excesso de pele no abdômen; ou desenvolveram uma flacidez na região do abdome inferior (só abaixo do umbigo), devido a idade ou a uma gravidez. Nestes casos, a miniabdominoplastia pode ser a melhor opção.

Menos invasiva que o procedimento convencional, a técnica permite ao profissional deixar o abdômen da paciente mais enxuto sem a necessidade de mexer no umbigo.

Muitas mulheres que se enquadram no perfil descrito no início deste tópico adotam essa opção, já que ela proporciona um período de recuperação menor.

Se este não for o seu caso, o ideal é realizar a abdominoplastia completa. Durante o procedimento, o cirurgião realiza uma pequena incisão ao redor do umbigo, para liberá-lo da pele circundante.

Isso permite ao plástico remover todo o excesso de pele e corrigir o afastamento dos músculos abdominais (diastase dos reto abdominais), tracionando a pele para baixo – garantindo assim um abdômen plano.

Ao fim desta etapa, o umbigo é resuturado num orifício que será feito na pele que foi esticada, exatamente no mesmo local de sempre, ou seja, o umbigo não muda de posição, e sim a pele que foi descolada da aponeurose e tracionada em direção ao pubis.

Quando o procedimento é realizado corretamente, pelas mãos de um especialista realmente habilidoso, a umbilicoplastia atinge resultados bem acima da expectativa.

Tanto que muitas pacientes acreditam que seus umbigos ficaram até mais bonitos do que eram antes da cirurgia! E isto não é uma questão de sorte da paciente: é mérito da técnica de umbilicoplastia utilizada.

Ter esse olho clínico e atento aos detalhes para garantir um umbigo lindo à paciente é uma das etapas mais importantes da realização deste procedimento cirúrgico.

Cuidados pós-cirurgia para garantir um umbigo lindo

Seja a técnica completa ou parcial, a paciente deve observar todas as prescrições e cuidados indicados por seu cirurgião para o pós-cirúrgico.

É fundamental seguir todas as instruções do profissional sobre a rotina de curativos nos dias que se seguem à abdominoplastia.

Neste período, a paciente deve usar uma cinta modeladora cirúrgica, bem como a placa de contenção, se esta for indicada pelo médico.

Seu cirurgião também irá instruí-la sobre como se posicionar da forma correta enquanto está sentada ou deitada, para aliviar qualquer desconforto e garantir os resultados certos.

O ideal é que sua postura seja um pouco curvada, para evitar que a área seja esticada, forçando os pontos e a área de cicatrização. Um diferencial na técnica do Dr. Lange é fixar com dezenas de pontos internos a pele do abdome que é descolada da aponeurose, acelerando esta adesão dos tecidos internos, diminuindo a tensão da cicatriz, e eliminando a necessidade do uso de drenos.

O retorno à rotina ao dia a dia deve se dar de forma lenta e gradual – podendo se estender por um período de duas a quatro semanas.

Neste período, a paciente que deseja garantir um umbigo lindo como resultado deve observar os seguintes cuidados:

  • Manter a região higienizada, garantindo que o umbigo esteja seco e limpo,
  • Seguir uma alimentação leve e balanceada,
  • Fazer a troca dos curativos conforme a orientação do profissional,
  • Evitar qualquer tipo de exposição direta ao sol,
  • Não carregar peso,
  • Usar a cinta cirúrgica e a placa de contenção na maior parte do tempo,
  • Ficar de repouso, principalmente.

Se você deseja saber mais sobre abdominoplastia e o que é necessário para garantir um umbigo lindo, acesse o e-book desenvolvido pelo Dr. Eduardo Lange e sua equipe de especialistas sobre tema.