11 . 2539.6470 / 11 . 2645.7298 / Whatsapp: (11) 96587-7395
A evolução das cirurgias plásticas para rugas e nariz

A evolução das cirurgias plásticas para rugas e nariz

A busca por uma aparência mais jovem é uma constante nas nossas vidas. Por sorte, os resultados proporcionados pelas cirurgias plásticas atuais têm evoluído cada vez mais.

O aspecto artificial e pouco natural comum nos procedimentos cirúrgicos faciais dos anos 80 deu lugar a um ar cada vez mais natural – e imperceptível.

A tendência hoje é parecer mais jovem e descansado; e o menos “operado” possível.

Mas isso só se tornou possível graças à evolução e ao surgimento de novas técnicas, métodos não invasivos e tratamentos estéticos. Saiba mais a seguir.

A importância do resultado natural em cirurgias plásticas

O envelhecimento começa a aparecer literalmente no rosto, especialmente quando consideramos que ele está mais exposta ao sol, poluição e outras questões do dia a dia que ampliam os riscos de envelhecimento precoce.

As rugas e linhas finas são os indicadores iniciais do grau de envelhecimento da pele. Elas podem aparecer em qualquer região do rosto, especialmente nos cantos da boca e abaixo das pálpebras.

Some a isso o enfraquecimento dos tecidos por conta da baixa produção de colágeno e atrofia dos depósitos de gordura do rosto. Uma face que vai perdendo volume, vai murchando, ficando cada vez mais flácida e atrófica.

As cirurgias plásticas faciais pode ajudar a reverter esse quadro e rejuvenescer o rosto, para que você volte a exibir uma aparência mais jovem e revigorada.

Mas o segredo para um bom resultado é buscar algo que seja natural. É possível somente esticar a pele do rosto? Sim – mas o resultado será uma pele enrijecida, uma expressão congelada e a certeza de que todos ao redor saberão que você passou por uma cirurgia.

Felizmente, a evolução na área da cirurgia plástica trouxe uma série de opções. Desde procedimentos não invasivos como toxina botulínica e preenchimentos, tratamentos com ácidos, até as novas técnicas cirúrgicas, já é possível aparentar um ar mais jovem com naturalidade.

Quando você busca um resultado mais natural com o suporte de um cirurgião plástico habilidoso, as pessoas notarão a melhora na sua aparência. Porém, serão poucas as capazes de apontar a cirurgia plástica como resposta. E isso faz toda a diferença entre procedimentos e cirurgias de ponta comparados àqueles feitos de maneira ordinária.

Evolução das cirurgias plásticas faciais

Nos anos 80, era comum encontrar pessoas com aquela pele esticada em demasia, olhos e boca repuxados. Algo totalmente artificial. Tudo mais baseado no esticamento da pele.

A área dos olhos, por exemplo, passou por uma grande revolução. Se antes o objetivo era alisar tanto a superfície que os olhos chegavam a perder o formato original, a realidade atual é outra.

Os especialistas hoje buscam desenvolver e aplicar técnicas que trabalham as estruturas internas, como os tecidos abaixo da pele e a gordura.

Em cirurgias plásticas como a blefaroplastia, especialmente a inferior, o menos é mais. Retirada de pele com parcimônia e reposicionamento das bolsas de gordura resultam naturais.

Essa evolução também afeta o período de recuperação: menos descolamento dos tecidos proporciona uma recuperação mais rápida. Os pacientes retomam sua rotina normal em questão de dias.

Outro bom exemplo da evolução das técnicas cirúrgicas nos últimos anos é a rinoplastia.

Antigamente os pacientes acabavam ficando com um nariz mais afinado, menor e bem empinado. Eram técnicas “reducionistas”: retiravam cartilagens em excesso, afinando, diminuindo o nariz ao extremo. Já a tendência atual está em refinar a aparência atual. Isso garante não só um resultado mais natural, como permite ao paciente manter sua personalidade.

As cartilagens são remodeladas, o septo preservado para dar mais estrutura ao nariz, e a ponta meticulosamente moldada, tudo de uma maneira delicada. De reducionista, passamos à rinoplastia estruturada.

Em alguns casos, é possível fazer algumas correções no nariz usando aplicações de toxina botulínica, e preenchimentos com ácido hialurônico, fazendo uma rinomodelação não cirúrgica.

Hoje os pacientes de rinoplastia conseguem exibir um resultado mais natural – fazendo com que as pessoas notem a melhora, mas fiquem se perguntando o que de fato foi feito.

Essa é a missão de um cirurgião plástico competente: proporcionar bem-estar para seus pacientes, sem resultados estigmatizantes que possam causar qualquer arrependimento pela cirurgia.

Se você quiser saber mais sobre cirurgias plásticas, tire suas dúvidas diretamente com o Dr. Eduardo Lange – clique para enviar suas perguntas.

Como garantir um umbigo lindo após a abdominoplastia

Como garantir um umbigo lindo após a abdominoplastia

O fascínio de finalmente conquistar um abdômen definido, com um umbigo lindo e natural, é o que convence muitas mulheres a se submeter à abdominoplastia.

Muitas destas pacientes tiveram uma grande perda de peso e sofrem com a chamada “barriga em avental”. Já outras passaram por gravidez e sonham recuperar – ou até melhorar – a aparência anterior do abdome.

Seja qual for a motivação, a abdominoplastia é uma ótima solução para mulheres que estão em busca de um abdome mais firme e tonificado.

Elas estão cientes da extensão da incisão horizontal, realizada ao longo da parte inferior do abdômen. Porém, a cicatriz ficará escondida pelo biquíni e calcinha, e nas mãos de um cirurgião caprichoso, fica quase imperceptível.

Mas um detalhe é fundamental para exemplificar a diferença entre um procedimento bem-sucedido ou não: se a paciente apresenta o umbigo lindo no final.

Se esta é uma de suas preocupações envolvendo a abdominoplastia, siga conosco na leitura deste artigo.

A delicada relação entre a abdominoplastia e um umbigo lindo e natural

Algumas pacientes possuem apenas um pequeno excesso de pele no abdômen; ou desenvolveram uma flacidez na região do abdome inferior (só abaixo do umbigo), devido a idade ou a uma gravidez. Nestes casos, a miniabdominoplastia pode ser a melhor opção.

Menos invasiva que o procedimento convencional, a técnica permite ao profissional deixar o abdômen da paciente mais enxuto sem a necessidade de mexer no umbigo.

Muitas mulheres que se enquadram no perfil descrito no início deste tópico adotam essa opção, já que ela proporciona um período de recuperação menor.

Se este não for o seu caso, o ideal é realizar a abdominoplastia completa. Durante o procedimento, o cirurgião realiza uma pequena incisão ao redor do umbigo, para liberá-lo da pele circundante.

Isso permite ao plástico remover todo o excesso de pele e corrigir o afastamento dos músculos abdominais (diastase dos reto abdominais), tracionando a pele para baixo – garantindo assim um abdômen plano.

Ao fim desta etapa, o umbigo é resuturado num orifício que será feito na pele que foi esticada, exatamente no mesmo local de sempre, ou seja, o umbigo não muda de posição, e sim a pele que foi descolada da aponeurose e tracionada em direção ao pubis.

Quando o procedimento é realizado corretamente, pelas mãos de um especialista realmente habilidoso, a umbilicoplastia atinge resultados bem acima da expectativa.

Tanto que muitas pacientes acreditam que seus umbigos ficaram até mais bonitos do que eram antes da cirurgia! E isto não é uma questão de sorte da paciente: é mérito da técnica de umbilicoplastia utilizada.

Ter esse olho clínico e atento aos detalhes para garantir um umbigo lindo à paciente é uma das etapas mais importantes da realização deste procedimento cirúrgico.

Cuidados pós-cirurgia para garantir um umbigo lindo

Seja a técnica completa ou parcial, a paciente deve observar todas as prescrições e cuidados indicados por seu cirurgião para o pós-cirúrgico.

É fundamental seguir todas as instruções do profissional sobre a rotina de curativos nos dias que se seguem à abdominoplastia.

Neste período, a paciente deve usar uma cinta modeladora cirúrgica, bem como a placa de contenção, se esta for indicada pelo médico.

Seu cirurgião também irá instruí-la sobre como se posicionar da forma correta enquanto está sentada ou deitada, para aliviar qualquer desconforto e garantir os resultados certos.

O ideal é que sua postura seja um pouco curvada, para evitar que a área seja esticada, forçando os pontos e a área de cicatrização. Um diferencial na técnica do Dr. Lange é fixar com dezenas de pontos internos a pele do abdome que é descolada da aponeurose, acelerando esta adesão dos tecidos internos, diminuindo a tensão da cicatriz, e eliminando a necessidade do uso de drenos.

O retorno à rotina ao dia a dia deve se dar de forma lenta e gradual – podendo se estender por um período de duas a quatro semanas.

Neste período, a paciente que deseja garantir um umbigo lindo como resultado deve observar os seguintes cuidados:

  • Manter a região higienizada, garantindo que o umbigo esteja seco e limpo,
  • Seguir uma alimentação leve e balanceada,
  • Fazer a troca dos curativos conforme a orientação do profissional,
  • Evitar qualquer tipo de exposição direta ao sol,
  • Não carregar peso,
  • Usar a cinta cirúrgica e a placa de contenção na maior parte do tempo,
  • Ficar de repouso, principalmente.

Se você deseja saber mais sobre abdominoplastia e o que é necessário para garantir um umbigo lindo, acesse o e-book desenvolvido pelo Dr. Eduardo Lange e sua equipe de especialistas sobre tema.

Cuidar da beleza pode afetar o seu salário. Para melhor.

Cuidar da beleza pode afetar o seu salário. Para melhor.

Causar uma boa impressão no ambiente de trabalho é um grande diferencial para se destacar na carreira, conquistar novos clientes e até receber uma promoção. Um estudo realizado pela Universidade de Chicago afirma que mulheres que cuidam da aparência ganham mais.

Porém, a pesquisa afirma que a beleza física e os cuidados pessoais não possuem ligação direta, ou seja, o resultado está relacionado em estar bem vestida, bem arrumada e principalmente se sentir bem consigo mesma.

Cuidar da aparência melhora sua carreira

Autoconfiança, percepção de competência e maior sociabilidade, são alguns dos requisitos que fazem com que algumas mulheres também se destaquem na área profissional.  Cuidar de si mesma, consequentemente a deixa mais segura para que ela se sinta bem apresentável e pronta para encarar reuniões e até mesmo pedir aquele merecido aumento para o chefe.

Como a autoestima interfere na carreira

Ligada diretamente com o valor que damos a nós mesmos, a autoestima é uma das causas que influenciam no salário de um profissional. Mantê-la elevada transmite empatia e segurança, sendo um fator fundamental para o sucesso em sua carreira. E, por outro lado, a baixa autoestima pode fazer com que a mulher se sinta incapaz de controlar situações do dia a dia, pois está relacionada com fatores físicos e psicológicos, além de torná-la desmotivada e sem coragem para se impor.

E quando pensamos em baixa autoestima e cuidados com a aparência, muito se fala sobre as cirurgias plásticas. Toda mudança física é, antes de tudo, uma transformação psicológica, um ajuste que muitas vezes vem com uma força de reparação para o seu verdadeiro eu.  As mudanças no corpo e até mesmo a melhora de questões inestéticas, tem um grande poder no emocional de cada paciente. Mulheres que se sentiam frustradas, com dificuldade de socializar, podem encontrar na cirurgia plástica uma nova motivação.

Benefícios em realizar uma cirurgia plástica além dos cuidados com a beleza e estética

Um dos maiores poderes de uma cirurgia plástica é a descoberta de uma forte confiança em si mesmo e sentir o impacto que ela irá promover na sua vida. Se submeter a um procedimento cirúrgico vai além da transformação física; falamos de transformação de personalidade, conquistas e resgate do amor próprio. Ao se sentir bem consigo mesma, o seu cérebro promove uma espécie de blindagem que afasta os problemas relacionados à autoimagem,  como depressão,  insegurança e ajuda até em recuperação de doenças.

Corrigir imperfeições com procedimentos cirúrgicos podem variar desde cirurgia de pálpebras, lipoaspiração, prótese de mama, lifting facial, ou também os procedimentos estéticos como preenchimento facial (ácido hialurônico), botox, peeling facial, entre outras, onde a paciente poderá ter uma visão mais positiva de si mesmo.

Saiba mais sobre os procedimentos estéticos, resultados e todos os detalhes para atender seus desejos e necessidades.

É válido lembrar que toda cirurgia envolve riscos e que a paciente precisa estar consciente dos limites impostos pelo cirurgião plástico. No entanto, só é recomendado realizar algum tipo de cirurgia caso algo realmente te incomode, e não para agradar terceiros. A aparência, por si só, não sustenta a carreira de ninguém. Competência e inteligência emocional vêm sempre em primeiro lugar. O ideal mesmo é conseguir transmitir empatia, segurança, e sinais positivos no seu trabalho. O que vale é se sentir bem com você mesma, cuidar dos detalhes, e se atentar às atitudes que favorecem a sua carreira.

E você, se interessou pelo assunto? Agende uma consulta com o Dr. Eduardo Lange e tire suas dúvidas.

Como o peeling facial ajuda a melhorar as cicatrizes de acne

Como o peeling facial ajuda a melhorar as cicatrizes de acne

Vamos conversar sobre um problema que afeta homens e mulheres: a cicatriz de acne. Frequentemente os pacientes relatam que já tentaram de tudo para resolver essa situação: tratamentos estéticos, cremes, dieta, produtos caseiros…, enfim, uma infinidade de tentativas que em alguns casos só ameniza o problema, mas não o resolve.

Mas existe uma solução promissora no tratamento de cicatriz de acne e que muitas pessoas não o utilizam por medo ou desconhecimento: o peeling facial.

E como o peeling facial pode te ajudar a se livrar das cicatrizes de acne, mesmo você já tendo tentado de tudo? Vejamos:

O peeling facial alcança várias camadas da pele

Para você entender como o peeling facial age, entenda como a nossa pele é formada. Existem duas camadas principais: a epiderme e a derme.

Separando essas duas camadas, existe uma membrana responsável pela regeneração da pele, chamada de membrana basal. Ela é a responsável pela regeneração, após os peelings mais profundos.

Quando ocorre o procedimento de peeling facial, a pele se renova porque a derme se recupera formando colágeno e a epiderme proporciona um aspecto rejuvenescido. O resultado, então, é uma pele renovada, mais firme e com a melhora das expressões, inclusive a melhora das cicatrizes provocadas pela acne e a melhora das acnes mais resistentes.

O peeling facial permite o tratamento de acordo com cada caso

Existem vários tipos de peeling facial, que se diferenciam de acordo com o ácido e a técnica utilizada.

Por isso, é muito importante que o paciente passe por uma avaliação médica para que seja definido o melhor procedimento de acordo com seu caso específico.

Basicamente, existem três tipos de procedimentos quanto à sua intensidade e aos produtos utilizados:

  • Peeling superficial: retira as lesões mais superficiais da epiderme com ácido glicólico ou retinóico, provocando uma descamação mais leve na pele. Nesse procedimento, as manchas, as acnes leves e rugas finais diminuem, pois o colágeno é renovado na pele do rosto.
  • Peeling médio: se o seu rosto tiver aquelas cicatrizes de acne difíceis de serem removidas, o peeling médio pode ser o ideal para tratá-las. Nesse procedimento, é utilizado o ácido tricloroacético, o que promove uma descamação mais intensa na pele. Este é o de nossa preferência.
  • Peeling profundo: esse tipo de procedimento requer cuidados ainda maiores, pois o laser de CO2 e o peeling de fenol atingem uma camada muito profunda na pele; com isso há uma descamação mais intensa e é preciso que o paciente fique por um período maior em recuperação. Procedimento realizado sob anestesia geral ou sedação profunda. Mas, em compensação, os resultados são muito bons, pois aquelas cicatrizes mais profundas de acne são bem reduzidas.

Também existe o chamado peeling físico, onde o médico promove a descamação e a esfoliação da pele por meio de processos mecânicos, como a dermoabrasão ou lixamento da pele. Nesse caso, remove-se as células superficiais envelhecidas, que dão lugar a células novas, pois estimula-se a produção de colágeno.

Cuidados após o procedimento

Agora que você já sabe como age o peeling facial e os tipos de ácidos utilizados, é importante ressaltar que, após o procedimento, você precisa tomar alguns cuidados para que os resultados sejam satisfatórios, tais como:

  • Evitar se expor ao sol e sempre utilizar fator de proteção 40 ou maior (aplique várias vezes ao dia para não perder o efeito).
  • Não usar maquiagem e cremes esfoliantes pelo tempo determinado pelo médico, pois durante o peeling, a pele fica muito sensível.
  • Não lavar o rosto com água quente.
  • Se controlar para não puxar a pele descamada e nem arranhá-la.
  • Caso a pele esteja muito irritada, sempre procure o médico para que ele receite produtos com efeito calmante, como as águas termais, por exemplo.

Riscos

Mesmo que o peeling facial gere excelentes resultados nos pacientes, é muito importante eles estejam cientes dos riscos que procedimentos como esse podem trazer – por menores que eles sejam, desde que feitos por um especialista.

Quanto mais profundo for o peeling facial, maiores complicações podem apresentar, como hiperpigmentação (manchas escuras), hipopigmentação (manchas claras), infecções e cicatrizes.

Portanto, não realize esse procedimento antes de se certificar de todos os cuidados que você precisará tomar. O peeling facial é um procedimento que, se feito do modo correto e com uma boa manutenção, apresenta grandes resultados nas peles com acne e com tendência à acne. Portanto, não deixe de considerar a realização desse tratamento com um profissional qualificado para que você resgate uma pele bonita e melhore sua autoestima.

E para você saber exatamente quais os resultados que o peeling facial pode trazer para o seu caso específico, entre em contato comigo para agendarmos uma consulta.

A opinião de quem já realizou a cirurgia plástica é essencial para escolher o profissional

A opinião de quem já realizou a cirurgia plástica é essencial para escolher o profissional

A decisão de fazer uma cirurgia plástica é algo que vai amadurecendo, começando com o desejo de sentir-se melhor com a própria aparência e seguindo algumas etapas necessárias para que os resultados sejam positivos.

Entre as etapas, todas elas acompanhadas por um cirurgião plástico capacitado, estão incluídas:

  • a pesquisa de um cirurgião plástico credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e clínicas;
  • ter uma primeira consulta minuciosa (e as seguintes) onde são fornecidas informações detalhadas sobre a cirurgia;
  • a realização de exames pré operatórios;
  • os cuidados que devem ser seguidos após a cirurgia para garantir o um resultado plenamente satisfatório.

Cabe ressaltar que toda cirurgia envolve riscos, bastante minimizados quando se escolhe um profissional experiente, acompanhado de uma equipe especializada e operando em um ambiente hospitalar com infra-estrutura adequada para dar toda a segurança que um procedimento operatório exige – além de oferecer os ótimos resultados desejados.

Como escolher o cirurgião e a clínica ideais para uma cirurgia plástica?

Então, tudo que se refere ao procedimento cirúrgico é conduzido por um cirurgião plástico qualificado, desde a primeira consulta, até a cirurgia e pós-operatório.

Por isso é tão importante escolher bem o profissional, começando com uma pesquisa na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e buscando indicações de amigos que tenham passado pela experiência com resultados positivos.

Uma outra maneira é verificar o depoimento de pessoas operadas pelo cirurgião plástico. Com a internet essa pesquisa tornou-se bem fácil, bastando acessar o site do profissional (ou da clínica), entre outras fontes de busca.

Depoimentos atestam e reforçam a credibilidade do cirurgião plástico e são uma forma concreta de saber se o resultado final da cirurgia plástica foi positivo. Assim, se você está pensando em realizar uma cirurgia plástica e está em busca de experiência e competência, bem como de uma clínica com estrutura adequada, confira a seguir alguns depoimentos de pacientes do Dr. Eduardo Lange.

Confira a opinião dos pacientes atendidos pela Clínica Lange e veja como um profissional experiente faz toda a diferença

Confiei nele, não apenas para a cirurgia, mas para escolher a prótese mamária ideal para o meu biotipo e o resultado superou minhas expectativas. Também faço tratamento com botox na clínica.
Excelente profissional, sempre muito atencioso e paciente, responde qualquer dúvida que eu possa ter.  Recomendo!
Daniela Oliveira

Fiz uma cirurgia para colocação de silicone nas mamas.
Gostei bastante do resultado e do profissionalismo do Dr. Eduardo Lange. Ele é atencioso e, desde a primeira consulta, senti confiança em seu trabalho.
Magali Hungaro

Deixo meus agradecimentos e elogios, muito merecidos, ao Dr. Eduardo Lange que, além de ser um dos melhores cirurgiões do País, também é um ser humano fantástico.
Realizou uma abdominoplastia e uma lipoaspiração na minha esposa, ambas com um resultado para lá de incrível. Ele nos deu todo o suporte antes, durante e após a cirurgia, por isso o recomendo a qualquer um que busque o mais alto nível em cirurgia plástica.
Agradeço, ainda, toda a sua equipe de altíssima qualidade, incluindo sua secretária, Adelaide, que muito nos ajudou a resolver toda a parte burocrática com extrema eficiência.
Estão todos de parabéns! Digo, por experiência própria, que eles não só realizam cirurgia, mas ajudam os pacientes que os procuram a realizar SONHOS!
Leonardo Souza

Dr. Eduardo Lange realizou uma cirurgia maravilhosa em meus seios. Retirei uma prótese de 33 anos que estava com contratura capsular e vazamento de silicone. Na troca, ele ainda fez um enxerto com gordura extraída do abdômen para dar um preenchimento maior. Ficou lindo!
Agradeço toda a atenção, dedicação e explicações que recebi. Super recomendo.
Silvana Giardina

Recomendo muito. A primeira cirurgia fiz há muitos anos e fiquei tão satisfeita que mudou muito minha auto-estima. Depois fiz outras igualmente impecáveis.
Sou apaixonada pelos meus implantes de silicone e todo mundo pergunta sobre: nota mil!
Ligia Machado

Fiz uma cirurgia de prótese mamária com o Dr. Eduardo Lange e, pouco tempo depois, estava sem palavras para expressar minha felicidade. A consulta foi maravilhosa, esclarecendo todas minhas dúvidas e informando sobre os detalhes da cirurgia. Meu pós operatório foi ótimo, cicatriz linda, não tive dor alguma.
Gostaria de agradecer por todo cuidado que o Dr. Lange e sua equipe tiveram comigo, a atenção que me deram. É um ótimo profissional, competente, seguro do que faz.
Minhas mamas estão lindas e a cada dia que passa ficam mais lindas ainda! Serei eternamente grata ao Dr. Eduardo e toda sua equipe, por terem me tratado com tanta dedicação.
Pamela Loiola

Dr. Eduardo Lange e sua equipe são fantásticos. Adorei o resultado dos procedimentos na face e seios.
Roselaine Rodrigues

O Dr. Eduardo Lange é um excelente profissional, muito competente e atencioso. O meu resultado ficou muito natural.
Sabrina Farias

Profissional admirável e competente, oferece resultados excelentes.
Parabéns Dr. Eduardo Lange!
Denise Lunardi

Fui fazer uma consulta com o Dr. Dráuzio Varela e, quando viu meu abdômen, ele falou: “Nossa, mas que cirurgia ótima. Quem foi o cirurgião?” Após eu responder que havia sido o Dr. Eduardo Lange, ele elogiou, parabenizou o trabalho e chamou outro médico para ver o resultado da cirurgia, afirmando ser um trabalho impecável!
J.M., Paciente de Mamoplastia

Agora que você conhece a opinião de pessoas que se submeteram a cirurgias plásticas na Clínica Lange, obtendo excelentes resultados, que tal agendar uma consulta para conversar detalhadamente sobre o que a nossa equipe pode fazer por você?

CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE AGORA O NOSSO E-BOOK “TENHA UMA BARRIGA E UMBIGO NATURAIS COM A ABDOMINOPLASTIA”

$hw2gc4gkf8

Cirurgia Plástica: mitos e fatos

Cirurgia Plástica: mitos e fatos

Cuidar da beleza não é futilidade. Poder investir em uma cirurgia plástica é tão gratificante que faz a pessoa sentir-se melhor consigo mesmo. E, quando nos sentimos bem, tudo ao nosso redor flui melhor.

A mulher moderna precisa se multiplicar para dar conta da rotina profissional, de mãe, esposa, mulher. Com tantos afazeres e com a atenção voltada principalmente para a família, trabalho e vida social, os cuidados com a própria beleza, corpo e saúde às vezes ficam em segundo plano.

Por outro lado, as mulheres estão se gostando cada vez mais, com uma auto estima linda. Para muitas, a cirurgia plástica vem se tornando uma aliada quando dieta e atividade física não surtem mais efeito, e quando as mudanças do corpo com as gravidezes e passagem do tempo são inexoráveis.

A cirurgia plástica atual é segura e com resultados muito satisfatórios. Nos últimos anos, a evolução da área é incontestável, o que explica a sua crescente popularização.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, somente em 2016, foram realizadas no Brasil mais de 800 mil cirurgias plásticas estéticas. Os avanços tecnológicos e o aprimoramento dos procedimentos, que aumentam a segurança e possibilitam uma recuperação cada vez mais precoce são fatores que explicam esse sucesso.

Apesar disso, não é incomum sentir-se insegura ao pensar sobre o tema. Isso porque o assunto ainda é cercado por uma série de mitos, que podem atrapalhar que está considerando a possibilidade de passar por uma cirurgia plástica.

Pensando nisso, criamos este artigo. Nele, você vai encontrar respostas para algumas das dúvidas mais comuns sobre o tema, entender o que deve considerar na hora de decidir por uma cirurgia plástica, e aprender a preparar-se adequadamente para a cirurgia. Boa leitura!

Desvendando mitos sobre cirurgia plástica

Você tem vontade de colocar próteses de silicone, mas ouviu uma amiga dizer que elas dificultam o diagnóstico de câncer? Conhece um médico que faz lipoaspiração no consultório, mas não sabe se é uma boa ideia? Descubra o que é mito e o que é verdade quando o assunto é cirurgia plástica!

Próteses de silicone impedem ou dificultam o diagnóstico de câncer

Mito. Os nódulos suspeitos não são escondidos pelo implante, e totalmente diagnosticáveis pelos exames de imagem, independentemente de onde a prótese tiver sido implantada — acima ou abaixo do músculo. Por isso, o uso de próteses de silicone não impedem ou dificultam o diagnóstico de câncer nessa região.

Todas as próteses mamárias precisam ser trocadas a cada 10 anos

Mito. As próteses utilizadas nos procedimentos cirúrgicos atuais têm maior durabilidade e não necessariamente deverão ser trocadas após um prazo de 10 anos. Alguns fabricantes estipulam um prazo de 20 anos para a substituição, mas o ideal é que o acompanhamento seja feito por um cirurgião plástico de sua confiança, para que ele avalie quando a substituição seria necessária.

Após fazer uma cirurgia plástica, é essencial evitar o sol

Verdade. Expor-se ao sol após a realização de uma cirurgia plástica pode aumentar o inchaço e comprometer definitivamente a cicatrização. Por isso, siga atentamente as orientações do cirurgião plástico e respeite o período longe dos raios solares prescrito pelo profissional.

Próteses de silicone podem impedir a amamentação

Mito. Como as próteses são implantadas atrás da glândula mamária, elas não provocam qualquer interferência na amamentação. No entanto, é essencial que o procedimento seja realizado por um profissional experiente, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, para que ele escolha a técnica mais adequada e realize o procedimento com total segurança.

A lipoaspiração é uma ótima alternativa para quem quer emagrecer

Mito. O objetivo da lipoaspiração não é provocar a perda de peso, mas melhorar o contorno corporal, com a retirada de gordura localizada. Por isso, é altamente recomendado que o paciente esteja no peso ideal ou bastante próximo dele para a realização do procedimento.

A lipoaspiração não deve ser realizada em consultórios

Verdade. Por melhor equipados que estejam, consultórios médicos não contam com os recursos necessários para a realização desse tipo de procedimento cirúrgico, e nenhum outro de médio a grande porte. Por isso, a lipoaspiração só deverá ser feita em hospitais, onde a segurança da paciente está garantida em qualquer eventual emergência.

Qualquer pessoa pode se submeter a uma cirurgia plástica

Mito. Estar saudável física e psicologicamente é condição indispensável para que o procedimento cirúrgico seja realizado com total segurança. Condições preexistentes, como diabetes e hipertensão, precisam estar sendo tratadas adequadamente para que a cirurgia plástica seja viável. Por isso, desconfie de profissionais que indicam a cirurgia sem uma avaliação criteriosa do seu quadro de saúde.

A abdominoplastia ajuda a diminuir as estrias

Verdade. Ainda que esse possa não ser o objetivo principal, a abdominoplastia é o único procedimento capaz de eliminar as estrias em definitivo, principalmente aquelas abaixo da linha do umbigo.

O resultado definitivo da cirurgia plástica não é imediato

Verdade. Embora a ansiedade para ver o resultado final seja grande, é imprescindível saber que isso só ocorrerá em até até 6 meses, já que esse é o tempo necessário para que o inchaço regrida e a retração total de pele ocorra. Além disso, cicatrizes avermelhadas podem levar até 1 ano para clarear totalmente.

Exercícios e dieta são suficientes para acabar com a flacidez do abdômen

Mito. Embora sejam essenciais para a manutenção dos resultados, a realização de atividade física e adoção de uma dieta equilibrada muitas vezes não são suficientes para acabar de vez com a flacidez do abdômen, especialmente em pacientes que perderam uma quantidade significativa de peso e passaram por gravidez. Nesses casos, a abdominoplastia é altamente recomendada para a retirada do excesso de pele e correção do afastamento muscular (diástase dos reto abdominais).

Quem vai realizar uma cirurgia plástica não deve fumar

Verdade. O tabagismo compromete e danifica a microcirculação, que é responsável pela oxigenação dos tecidos, especialmente da pele; assim, o fumo pode prejudicar a cicatrização, até mesmo causando complicações graves, como necroses.

Além disso, o cigarro aumenta os riscos de embolia, tromboses venosas e alterações pulmonares e cardíacas. O ideal é abandonar o hábito de vez ou ficar sem fumar no mínimo 30 dias antes e depois da cirurgia.

A cicatriz resultante do procedimento é uma questão apenas de genética

Mito. Embora fatores genéticos possam influenciar no processo de cicatrização, seguir fielmente as orientações médicas e respeitar o período de repouso prescrito são medidas essenciais para que a cicatrização aconteça da melhor maneira possível.

O que levar em conta na hora de decidir

Agora que você já sabe um pouco mais sobre cirurgias plásticas e já desvendou alguns mitos importantes sobre o assunto, chegou a hora de pensar um pouco mais detidamente sobre a decisão.

Afinal, como escolher o profissional mais adequado? Que aspectos devo levar em consideração antes de marcar a cirurgia? É o que você vai descobrir agora. Continue conosco!

Examine as suas motivações

Antes de tomar a decisão de fazer uma cirurgia plástica, é essencial pensar nas razões pelas quais você deseja realizá-la.

Tenha em mente que a motivação para a realização de procedimentos cirúrgicos estéticos deve ser a busca de mais qualidade de vida, bem-estar e autoestima. Se o objetivo é apenas satisfazer uma pressão externa, seja do parceiro, de amigos ou mesmo da família, é importante refletir com mais calma antes de tomar a decisão.

Busque um profissional de confiança

O primeiro passo para uma cirurgia plástica bem sucedida é a escolha do cirurgião que realizará o procedimento. Certifique-se de que é um profissional devidamente habilitado na área, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e com boa reputação e referências de outras pacientes.

Além disso, é importante que o médico permita que você sinta-se segura para sanar todas suas dúvidas e respeite as suas escolhas e preferências.

Desconfie de profissionais que cobram preços baixos, ou fazem qualquer negócio para realizar a cirurgia; também aqueles que não são transparentes quanto aos procedimentos que serão realizados ou não estejam abertos para ouvir suas dúvidas e inquietações. E ainda aqueles que prometem milagres e resultados perfeitos.

Tenha expectativas realistas

Antes de tomar a decisão final sobre a cirurgia plástica, é importante que você tenha expectativas realistas a respeito dos resultados.

Cirurgias como lipoaspiração, por exemplo, não são indicadas para pacientes que estão acima do peso e buscam emagrecimento rápido. Pacientes que se informam pela internet, principalmente em grupos fechados de cirurgia plástica nas redes sociais, muitas vezes difundem informações equivocadas.

Por isso, é importante esclarecer com o profissional quais são as possibilidades reais de melhoria das suas queixas, extensão das cicatrizes, e em quanto tempo os resultados finais serão atingidos.

Esteja comprometida com o processo

A realização de uma cirurgia plástica traz ganhos imensuráveis para a autoestima da mulher, mas é importante estar ciente que o sucesso do procedimento passa pelo seu comprometimento no pré e pós-operatório.

Para garantir que a cirurgia transcorra em total segurança, é importante abrir mão, ainda que temporariamente, de alguns hábitos, como fumar, expor-se ao sol, seguir o repouso pós-operatório.

Falando nisso, o pós-operatório envolve um período importantíssimo de repouso, durante o qual será necessário contar com o auxílio de alguém para ajudar nos primeiros dias após a cirurgia.

Lembre-se de que o seu comprometimento em seguir à risca as recomendações médicas é vital para evitar complicações.

Preparando-se para a cirurgia

Parabéns! Se você chegou até aqui, provavelmente já avaliou todos os aspectos que envolvem a realização de uma cirurgia plástica e tomou a decisão de realizar o procedimento que vai deixá-la mais bonita (o) e autoconfiante.

Chegou a hora de preparar-se para que a cirurgia seja um sucesso! Saiba o que você precisa considerar para que o seu procedimento transcorra com segurança:

Escolha o momento mais adequado

Como uma cirurgia plástica com fins estéticos não é realizada de maneira emergencial, o ideal é que você planeje-se com calma para poder realizar o procedimento com total tranquilidade.

Por isso, procure marcar a cirurgia para um momento em que você tenha disponibilidade de tempo. Lembre-se de que na maior parte dos casos, o pós-operatório exige alguns dias de repouso, durante os quais você deverá se abster de suas atividades profissionais e pessoais.

Evite, portanto, fazer o procedimento poucos dias antes de uma viagem de férias ou de eventos importantes, como casamentos ou reuniões de trabalho. Certifique-se ainda de que você poderá contar com a companhia de alguém de sua confiança no dia da cirurgia e que terá o auxílio necessário para a realização das tarefas do dia-a-dia.

Realize os exames pré-operatórios

Antes da cirurgia plástica, o médico solicitará alguns exames para assegurar-se de que você está em boas condições de saúde para a realização do procedimento. A lista pode variar de uma paciente para outra, mas os mais comuns são:

  • Sangue: por meio da realização de um hemograma completo, o médico poderá avaliar dados como o número de glóbulos brancos, vermelhos e de plaquetas, e avaliar a coagulação sanguínea;
  • Eletrocardiograma: o teste avalia como está a condução elétrica dos batimentos cardíacos;
  • Urina: ajuda o médico a detectar eventuais problemas que afetem o sistema renal ou urinário;
  • Raio X de tórax: possibilita a avaliação dos pulmões e do coração da paciente;
  • Ressonância magnética: o exame pode detectar aneurismas, tumores ou outras lesões importantes nos órgãos internos, quando indicado;
  • Exames de mama: nas pacientes que farão qualquer tipo de mamoplastia.

Os exames devem ser realizados no máximo 1 mês antes da realização da cirurgia.

Prepare-se adequadamente para a cirurgia

Os exames já foram realizados e a data da cirurgia já está marcada? Então confira nosso check-list do pré-operatório:

  • No mínimo 15 dias antes da cirurgia, suspensão do uso de medicamentos que prejudicam a coagulação do sangue, como AAS, Aspirina e similares que contenham ácido acetilsalicílico, bem como anti-inflamatórios não hormonais, fórmulas para emagrecimento e estimulantes;
  • Comunique ao médico e ao anestesista se tiver feito uso de qualquer tipo de medicamento nos dias que antecederemos o procedimento;
  • Para tratar a pele que será operada, aplique uma generosa quantidade de hidratante semanas antes da cirurgia;
  • Faça um jejum de 8 horas antes da cirurgia.

Fique atenta aos cuidados pós-operatórios

Cirurgia realizada, chegou a hora de descansar e cuidar do seu pós para que o resultado seja o melhor possível.

Ninguém melhor do que o seu cirurgião para orientá-la nessa fase: é essencial seguir atentamente as recomendações, especialmente o repouso.

Além disso, algumas orientações gerais devem ser observadas por todas as pacientes:

  • Use roupas confortáveis e folgadas, que possam ser vestidas sem movimentação excessiva e possibilitem a acomodação de curativos;
  • Lembre-se de que ainda que você não esteja sentindo dores, a cirurgia plástica ainda é um procedimento cirúrgico. Portanto, evite carregar peso ou realizar movimentos bruscos, que podem comprometer a cicatrização;
  • Se sentir dor ou desconforto, utilize somente os medicamentos ou tratamentos prescritos pelo seu médico. Jamais recorra à automedicação, compressas, pomadas, chás ou ervas sugeridos por amigos e parentes;
  • Em caso de dúvidas, não hesite em buscar a orientação do seu cirurgião.

A cirurgia plástica contribui para elevar a autoestima

De acordo com um estudo realizado pela revista Plastic Surgical Nursing, a cirurgia de aumento de mama melhora a autoestima, reduz sintomas de depressão e fortalece os sentimentos positivos sobre sua sexualidade – esse mesmo estudo demonstrou que o desejo sexual das entrevistadas teve um aumento de 78%, após cirurgia plástica.

Seja a cirurgia de reconstrução de mama, mamoplastia de aumento, elevação das mamas ou redução das mamas, muitas mulheres afirmam que tiveram uma grande mudança em suas vidas após se submeterem a um procedimento cirúrgico, pois os benefícios psicológicos que obtiveram após a cirurgia plástica foram significativos tanto na vida pessoal quanto na profissional.

A gestação também costuma influenciar o estado emocional da mulher. É comum que muitas mamães passem a ficar um pouco incomodadas com seu corpo, levando a uma baixa na autoestima.

Passado o período mínimo de 6 meses após o parto, já tendo encerrado o período de amamentação e a paciente tendo recuperado o peso normal, é possível se submeter às cirurgias mommy makeover, a repaginada das mamães.

A abdominoplastia e a mamoplastia, para remover a flacidez e reestruturar os músculos do abdômen, e dar volume e firmeza às mamas representam dois procedimentos que geram excelentes resultados no bem-estar feminino. Também poderá ser realizada a lipoaspiração, com objetivo de remodelar áreas específicas e aperfeiçoar o contorno corporal.

Outras cirurgias que contribuem para melhora na qualidade de vida

Muitas pessoas buscam a cirurgia plástica para melhorar a aparência do nariz. A insatisfação pode ser proveniente do formato natural ou de uma lesão ou acidente que tenha distorcido o nariz; sem contar com a necessidade de algumas pessoas em melhorar, também, a respiração.

Como o nariz ocupa uma posição central na face, o tamanho e a forma do nariz têm um grande impacto na aparência da face. Uma rinoplastia bem realizada é um dos procedimentos que mais proporcionam contentamento ao paciente.

Já a otoplastia, cirurgia que corrige o posicionamento e formato das orelhas – para melhorar a aparência ou reconstruir após acidente, por exemplo – pode ser feita em pessoas de todas as idades e pode tratar-se de um procedimento relativamente simples e de rápida recuperação – desde que seguidas todas as orientações médicas.

Procedimento cirúrgico pode ajudar pessoas a se sentirem melhor e mais confiantes

Quando indicadas corretamente, as cirurgias plásticas podem ajudar mulheres e homens a se sentirem mais bonitos e confiantes, melhorando a qualidade de vida e bem-estar. No entanto, é essencial ter consciência que, como qualquer procedimento cirúrgico, envolvem riscos.

Para que a cirurgia transcorra em total segurança, é importante cercar-se de uma excelente infraestrutura hospitalar e profissionais transparentes e gabaritados. Além disso, não se esqueça de que seu comprometimento no pré e pós-operatório é vital para garantir excelentes resultados!

Se você deseja realizar uma cirurgia plástica com uma equipe médica altamente qualificada e experiente, cujo trabalho é pautado pela ética e dedicação ao paciente, entre em contato com a Clínica Lange. Teremos a maior satisfação em cuidar de você.

Membro especialista e titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o Dr. Eduardo Lange é formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Durante sua formação acadêmica, estudou na Inglaterra e Canadá, além de receber tutoriais em cirurgia plástica na Espanha e Estados Unidos. Para saber mais detalhes sobre a formação do Dr. Lange, acesse aqui.

CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE AGORA O NOSSO E-BOOK “TENHA UMA BARRIGA E UMBIGO NATURAIS COM A ABDOMINOPLASTIA”

$hw2gc4gkf8